Inspiração: Don’t You Remember – Adele

Quando eu vou vê-lo novamente? Quando eu vou poder, ao menos, te abraçar de novo? Quando você foi embora, nenhum uma despedida aconteceu. Foi embora pra sempre, e eu nunca disse adeus. Nem um beijo foi trocado para selar alguma coisa, nem que fosse pra selar nossa despedida. Eu não fazia ideia de como nós estávamos. Do quanto eu estava ferida e cansada e do quanto você estava distante de mim, de nós.

Eu sei que eu sou inconstante, e que eu era imatura. Eu sei que tenho um coração frágil, e sou uma pessoa amarga. Sei que tenho um olhar muito crítico e racional e que tenho uma cabeça pesada com tanto problemas, mas você não se lembra? Tem certeza, que mesmo com todos os meus defeitos, você não se lembra? Não se lembra dos motivos que fizeram você se apaixonar por mim? Por favor, lembre-se de mim, pelo menos uma vez.

Quando foi a última vez que você se lembrou de mim? Eu me pergunto se você ainda lembra de mim. Ou você já me esqueceu? Me apagou da sua vida e de suas lembranças? Já me analiseis e nos analisei muitas vezes. Me pergunto com constância, onde foi que eu errei, quais foram os meus defeitos que fizeram você me deixar. Quanto mais eu penso, menos eu sei.

Eu sei que tenho um coração inconstante, lotado de dúvidas. Eu sei que sou uma pessoa com mau-humor constante e olhar mais futurístico do que esperançoso e me preocupo com a opinião alheia. Mas, apesar de todos esses defeitos, apesar de todos esses detalhes, você não se lembra das razões que fizeram você me amar? Amor, lembre-se de mim, pelo menos, mais uma vez.

Você era uma pessoa espaçosa, que precisava do seu tempo e espaço. E eu te dei isso. Eu te dei tudo o que você precisou. Eu me mantive distante, o quanto pude. Mesmo que isso me fizesse sofrer e chorar sozinha. Eu vi você andar livremente sem se preocupar com a minha dor, mas tudo isso eu aguentei, por nós. Eu mantive presa para que você pudesse ser livre.

Você me dizia que estava a procura de alguém que te fizesse feliz, e não me via, enquanto eu estava ali, pronta para você. Mas agora, eu só espero que você encontre a peça que faltava e que isso faça com que você volte para mim.

Porque você não se lembra? Sério que você não se lembra a razão que fez você  me amar antes. Amor, por favor lembre de mim mais uma vez. Só mais uma vez. É tudo que eu te peço.

Lembre-se de mim e do que você sentia por mim. Só mais uma vez.

 

Anúncios

Inspiração: Turning Tables – Adele

Faz muito tempo, eu me lembro quando tudo começou. Começamos bem, começamos devagar. Acho que começamos como qualquer casal deveria começar, mas então, de repente, tudo começou a dar errado. Errado demais… Onde foi que nós erramos? Onde foi que eu errei? Não sei. Todos os dias, todas as manhãs, eu me recordo de todas as coisas que nós vivemos e não consigo entender porque tudo começou a desmoronar.

Tudo o que eu tenho está no chão. Todos os meus sonhos, meus planos e minhas esperanças. Houve um tempo em que meu mundo era você, um tempo em que minha paz era estar com você. Mas agora, se estamos perto, iniciamos uma guerra. Onde começou isso, me explique. De onde veio essa raiva mútua que sentimos um pelo outro? Não há motivos, não há razões, mas ela continua ali, viva e fazendo com que cada vez que eu te vejo seja como se eu visse a pessoa mais repugnante do mundo.

Tentamos conversar, tentamos nos ajustar. Lembra que prometemos um ao outro lutar por nós? Que eu faria minha parte, você a sua e tudo ficaria bem novamente? Só Deus sabe pelo que nós estamos lutando. Sinceramente, não vejo mais esperanças para nós. Só Deus sabe se isso vai dar certo no final, ou se fizemos a coisa certa. Só Deus sabe.

Sabe, ao escrever esse desabafo, as memórias vieram em minha cabeça… Acho que começo a me lembrar das vezes em que você tentava me controlar, das vezes em que você me colocava em sua mão e tentava me manipular. Realmente, eu não conseguia respirar. Debaixo de sua proteção excessiva, eu não conseguia ser quem eu era.

E suas inconstâncias?! Elas eram, pra mim, como punhais. Todos os dias eu acordava sem saber com que parte de você iria ter que lidar. Você não sabe o quanto isso é estressante! Eu era sua companheira, mas não significa que tinha que aguentar suas crueldades, seu ímpeto e sua impulsividade. Acho que foi por isso, por causa da sua inconstância. Eu não conseguia mais aguentá-las. Estavam me matando pouco a pouco.

Desculpe-me, mas eu não posso me reaproximar de você. Eu não posso me deixar exposta novamente pra você. Isso seria masoquista e desumano. Eu não quero que você me abandone, entenda. Não quero que você finja que não me conhece, só quero que você entenda que, com você perto de mim, eu irei me machucar. E sinceramente, meu eu não aguenta mais.

Você sempre se exibiu para todos, mostrando que me amava e que daria o mundo por mim. Infelizmente, eu não vi nada disso. Não vi real amor, não vi real consideração. Entenda que falar não é fazer… Você acha que me deu muitas coisas, mas não me deu quase nada. Não tenho como retribuir o nada, me desculpe. Então, eu dei adeus às incostâncias. Foi a hora de dar adeus às inconstâncias.

Com tudo que aconteceu entre nós, com toda a dor que você me provocou, eu amaldiçoei os céus, eu amaldiçoei a sua vida. Onde o amor está perdido, eu encontro seu fantasma. Você está ali, sempre atrás de mim, para me lembrar de todas as coisas ruins que aconteceram e me impedir de ser feliz novamente. Deixar-te foi horrível demais, doeu demais… Quantas noites em claro, eu passei! Quantos pesadelos eu tive! Te deixar não foi fácil, foi uma tempestade. Meu céu passou a ser escuro, nublado e a minha vida, fria. Mas, por mais que você tente, por mais que você permaneça em minha mente, por mais que você gosta de reabrir as minhas feridas, você não irá mais me derrubar… Agora eu estou forte.

Eu sei que fui covarde em demorar tanto tempo para dar o nosso ponto final. Da próxima vez eu serei mais corajosa. Quando eu vir que a tempestade está se aproximando de mim, eu fugirei e salvarei a mim mesma da dor. Serei minha própria salvadora. Agora e sempre, estarei andando sobre os meus próprios pés. Não deixarei ninguém me manipular como você o fez.

Desculpa, mas foi a hora de dar adeus às inconstâncias. Fim.

Inspiração: Lovesong – Adele

Ah meu amor, não sei o que acontece, mas quando estou com você, você me faz sentir como se eu estivesse em casa. Você faz com que eu me sinta protegida, distante de todos os problemas do mundo e da agitação confusa das pessoas. Sempre que estou sozinha com você, você faz com que eu me sinta inteira de novo. Você restaura as partes perdidas e cura as minhas feridas. Você completa as partes do meu quebra-cabeça. Quando estou sozinha com você, me sinto jovem de novo, meu bem. Sinto minhas energias revigoradas… Aquelas dores, aquelas preocupações, aquele meu cansaço precoce, todas essas coisas que me abatem física e emocionalmente vão embora, quando estou com você. Eu me sinto como se eu fosse divertida de novo, com esse sorriso bobo que surge em meu rosto. As mágoas são lançadas fora e nada me aflige.

Nós fomos separados por escolha do destino. Estamos longe um do outro… Não sei onde você está agora, não sei também aonde estou, só sei que estou longe. Mas, mesmo distante, eu sempre irei te amar. Ignore as coisas que eu disser, meu bem. Quaisquer que sejam as palavras que eu disser, duras e ácidas, mesmo assim, eu ainda te amarei.

Quando estou com você, meu amor, me sinto livre de novo. Me sinto capaz de voar e de quebrar as barreiras que o mundo de me impõe. Você faz eu me sentir livre de novo. Eu posso sentir a felicidade batendo em minha porta, e posso correr pela orla do mar novamente, quando estou com você. Sempre que estou com você, me sinto limpa de novo… É como se a imundície do mundo, as coisas ruins que já aconteceram comigo, elas nunca tivessem acontecido. Óh meu bem, tudo isto acontece quando estou com você.

Então, meu bem, não importa a distância, mesmo eu estando longe, não importa o que eu diga, eu sempre te amarei.

 

Inspiração: One and Only – Adele

Minha,

Não sou do tipo de pessoa que tem muitas lembranças (não as tenho, as provoco) ou que fico olhando para o tempo, com sorrisos bobos, lembrando daquilo ou disso, ou do jeito como alguém ficou quando outrém falou certa coisa. Mas de uma coisa, eu sei: algo mudou aqui dentro. Alguma coisa fez com que as coisas mudassem.

Não sei o que aconteceu, mas você tem estado na minha mente o tempo todo. A cada dia me sinto mais afeiçoado por você, me perco no tempo apenas lembrando do seu rosto. Levei muito tempo para acabar com as minhas dúvidas e perceber que você é a única que eu quero. Apenas Deus sabe porque demorei tanto assim… Já me senti assim, cada palavra, cada sentimento não é novo para mim, então não sei porque estou com medo, assustado. Já imaginei tudo. Já estava tudo planejado em minha cabeça.

Querida, você me diz que tem complicações, que está magoada, ferida. Que já sofreu muito e que já sabe o resultado final de tudo isso mas você nunca vai saber se você nunca tentar. Você tem que tentar perdoar o seu passado e simplesmente ser minha.

Querida, eu te desafio: se deixe ser minha, permita-se. Se deixe ser a minha única e verdadeira. Eu prometo que serei merecedor de estar com você, de estar em seus braços. Por isso, me dê uma chance. Me dê uma chance para eu te provar que eu posso fazer essa caminhada, até o fim começar.

Olho pro espelho, me vejo refletida. Olho para os meus olhos e posso ver pelas janelas d’alma todas as cicatrizes que o amor já me provocou. “Estou em seu pensamento, será? Você lembra das palavras que eu digo, se perde no tempo ao ouvir meu nome… Será que um dia vou saber como é ter você por perto e ouvirei você dizer que vai comigo para onde o caminho indicar? Eu já senti isso antes. Cada palavra, cada sentimento… Eu já senti tudo isso antes. Porque estou com medo?” A proposta ecoa na mente, será que posso confiar? “(…) Você tem que tentar perdoar o seu passado e simplesmente ser minha.

Querida, eu te desafio: se deixe ser minha, permita-se. Se deixe ser a minha única e verdadeira. Eu prometo que serei merecedor de estar com você, de estar em seus braços. Por isso, me dê uma chance. Me dê uma chance para eu te provar que eu posso fazer essa caminhada, até o fim começar.

Eu não consigo abrir mão do meu coração, entrar de novo nesse jogo. Já me feri demais, já me machuquei e derramei muitas lágrimas… Não posso.

Querida, eu sei que não é fácil desistir do coração, mas ninguém é perfeito. Todos os corações já se feriram por causa de alguém, ninguém é perfeito. Mas, vamos lá querida,  me dê uma chance! Uma chance para eu provar que eu sou o único que pode fazer essa caminhada, até o fim caminhar.

Com amor,

Seu.”

Se eu dei uma chance a ele? Não sei… Nunca cheguei a receber essa carta. Achei-a no fundo de uma gaveta, em meio a papéis de conta. Acho que foi uma mais uma tentativa dele me conquistar, não sei. Até hoje me pergunto o que poderia ter acontecido se eu o tivesse dado uma chance. Gostaria que ele me entregasse essa carta, do modo como ele sempre quis, mas não sei se isso um dia irá acontecer. Por enquanto, treino a minha reação. E escondo-a na gaveta, para que ele não descubra que eu já a li.