Inspiração: Turning Tables – Adele

Faz muito tempo, eu me lembro quando tudo começou. Começamos bem, começamos devagar. Acho que começamos como qualquer casal deveria começar, mas então, de repente, tudo começou a dar errado. Errado demais… Onde foi que nós erramos? Onde foi que eu errei? Não sei. Todos os dias, todas as manhãs, eu me recordo de todas as coisas que nós vivemos e não consigo entender porque tudo começou a desmoronar.

Tudo o que eu tenho está no chão. Todos os meus sonhos, meus planos e minhas esperanças. Houve um tempo em que meu mundo era você, um tempo em que minha paz era estar com você. Mas agora, se estamos perto, iniciamos uma guerra. Onde começou isso, me explique. De onde veio essa raiva mútua que sentimos um pelo outro? Não há motivos, não há razões, mas ela continua ali, viva e fazendo com que cada vez que eu te vejo seja como se eu visse a pessoa mais repugnante do mundo.

Tentamos conversar, tentamos nos ajustar. Lembra que prometemos um ao outro lutar por nós? Que eu faria minha parte, você a sua e tudo ficaria bem novamente? Só Deus sabe pelo que nós estamos lutando. Sinceramente, não vejo mais esperanças para nós. Só Deus sabe se isso vai dar certo no final, ou se fizemos a coisa certa. Só Deus sabe.

Sabe, ao escrever esse desabafo, as memórias vieram em minha cabeça… Acho que começo a me lembrar das vezes em que você tentava me controlar, das vezes em que você me colocava em sua mão e tentava me manipular. Realmente, eu não conseguia respirar. Debaixo de sua proteção excessiva, eu não conseguia ser quem eu era.

E suas inconstâncias?! Elas eram, pra mim, como punhais. Todos os dias eu acordava sem saber com que parte de você iria ter que lidar. Você não sabe o quanto isso é estressante! Eu era sua companheira, mas não significa que tinha que aguentar suas crueldades, seu ímpeto e sua impulsividade. Acho que foi por isso, por causa da sua inconstância. Eu não conseguia mais aguentá-las. Estavam me matando pouco a pouco.

Desculpe-me, mas eu não posso me reaproximar de você. Eu não posso me deixar exposta novamente pra você. Isso seria masoquista e desumano. Eu não quero que você me abandone, entenda. Não quero que você finja que não me conhece, só quero que você entenda que, com você perto de mim, eu irei me machucar. E sinceramente, meu eu não aguenta mais.

Você sempre se exibiu para todos, mostrando que me amava e que daria o mundo por mim. Infelizmente, eu não vi nada disso. Não vi real amor, não vi real consideração. Entenda que falar não é fazer… Você acha que me deu muitas coisas, mas não me deu quase nada. Não tenho como retribuir o nada, me desculpe. Então, eu dei adeus às incostâncias. Foi a hora de dar adeus às inconstâncias.

Com tudo que aconteceu entre nós, com toda a dor que você me provocou, eu amaldiçoei os céus, eu amaldiçoei a sua vida. Onde o amor está perdido, eu encontro seu fantasma. Você está ali, sempre atrás de mim, para me lembrar de todas as coisas ruins que aconteceram e me impedir de ser feliz novamente. Deixar-te foi horrível demais, doeu demais… Quantas noites em claro, eu passei! Quantos pesadelos eu tive! Te deixar não foi fácil, foi uma tempestade. Meu céu passou a ser escuro, nublado e a minha vida, fria. Mas, por mais que você tente, por mais que você permaneça em minha mente, por mais que você gosta de reabrir as minhas feridas, você não irá mais me derrubar… Agora eu estou forte.

Eu sei que fui covarde em demorar tanto tempo para dar o nosso ponto final. Da próxima vez eu serei mais corajosa. Quando eu vir que a tempestade está se aproximando de mim, eu fugirei e salvarei a mim mesma da dor. Serei minha própria salvadora. Agora e sempre, estarei andando sobre os meus próprios pés. Não deixarei ninguém me manipular como você o fez.

Desculpa, mas foi a hora de dar adeus às inconstâncias. Fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s