Nostalgia presente.

O tempo passa, as horas correm e os minutos voam. O relógio tique-taca sem parar. Tudo passou, já foi. Aconteceu, não dá para acontecer de novo, não com a mesma intensidade, não com a mesma felicidade. Agora que passou, eu vejo como foi bom, como eu fui feliz, como os sorrisos foram fáceis e como escrever textos era simples. É com essa nostalgia (e carência) que eu quero encontrar minhas lembranças, minhas memórias. Vasculhar cada uma delas e ver que, mesmo com defeitos, foi lindo. Já escrevi cinco linhas porque quero adiar o final, não quero terminar por aqui, mas aqui termino: o tempo passou, o presente virou passado e o que ficou? Ficaram as lembranças, os momentos felizes e a saudade de tudo. Mesmo sabendo que eu estou aí estando aqui, foi intenso demais para não ser sentido e lembrado. Por fim: eu amei e sempre amarei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s