Só o superficial.

(…) Cabelos pretos, lisos. Alta, morena e tímida. Arranhava alguma coisa no violão. Tinha um temperamento peculiar, de lua. Uns dias estava sorrindo, outros dias estava não-me-toque. Era uma pessoa um tanto complicada de entender, mas bastante amável e doce quando a sós com alguém do seu agrado. Gostava de fazer piadinhas e não levava muito a sério todas as coisas. Ela tinha amigos, amigos leais, conquistados há uns cinco ou seis anos atrás. Amigos que nunca deixavam ela para trás, mesmo se um dia ela merecesse.

Mas as coisas não eram tão coloridas como pareciam. Era só o superficial que contava. Com essa sua personalidade tímida, ela se fechou para o mundo. E bem, depois disso, as coisas não ficaram tão fáceis assim. Ao se fechar, ela construiu uma barreira de segurança entre o mundo e ela, uma maneira de ela não se machucar tanto assim. Mas com isso, ela perdeu muitas pessoas, que poderiam hoje, ser próximas (…)

Onde eu quero chegar com tudo isso?

Hoje em dia o superficial é o que conta. Para você ter amigos, conhecer gente nova, no primeiro encontro você tem que se abrir e expor todos os seus problemas e traumas, porque ninguém se interessa mais. Quando uma pessoa aparenta ser tímida, ela tem tudo para ser ignorada. Só o superficial conta, nada mais. Hoje em dia ninguém se interessa por ninguém, ninguém tenta conquistar outra pessoa. E isso é frustrante, principalmente para mim, uma pessoa que já vivi assim.

Eu era uma pessoa fechada, ninguém se aproximava de mim. Ninguém se interessava em ver o que estava por trás daquela menina chorona. As pessoas só começaram a se aproximar quando eu, em frente a turma inteira, falei sobre o maior trauma da minha vida. O que foi? Eu tenho que contar os meus problemas para você chegar em mim? E a minha personalidade, as minhas brincadeiras, isso não conta mais? Quer dizer, que se eu for tímida ficarei sem amigos?

Entenda que existem certas coisas que nós temos que guardar para aqueles que enfrentaram os obstáculos e provaram que realmente queriam nos conhecer. Ou, o que? Eu tenho que deixar você me ganhar assim, de primeira, sem saber se real interesse ou é só superficial?

Num mundo onde a correria é a lei, as pessoas que ainda se preservam viram peças de museu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s