Mel.

Melancolia é um termo que não me define, mas define o que eu escrevo. Quando estou feliz, eu expresso essa minha euforia incontrolável com as pessoas ao meu redor. Mas quando estou naqueles dias em que tudo está cinza e que aquela dor de cabeça não deixa você ler nem o que está escrito no outdoor, eu me pego escrevendo coisas. Eu nunca tinha realmente percebido, mas tinha parado pra prestar atenção. Coloquei isso num termo, bem resumido, hoje. Conversando com um amigo que me disse que, da próxima vez, gostaria que minha inspiração fosse a felicidade.

Primeiro, quero deixar claro que eu sou uma pessoa feliz. Mas, feliz ao meu jeito. Não saio por aí sorrindo e achando que o mundo é cor-de-rosa. Admiro quem tem esse estilo de vida, mas não combina comigo. Tenho problemas, dias cinzas, discussões e raivas, mas eu sou feliz. Antes, não, não era. Só que quando estamos felizes, nós temos o pequeno defeito de mascarar as situações. Não sei se dá pra explicar, mas é pelo menos assim, que eu enxergo. Tudo fica amarelo e brilhoso demais (sim, eu acho que a cor da felicidade é amarelo) e tudo passa um pouco despercebido. De repente, até aquele rasgo enorme no seu vestido predileto não passa de um rasguinho normal. Estou falando de quando a felicidade está tão grande que beira a euforia exagerada. Tudo fica muito sorriso e escrever fica quase impossível.

Melancolia é diferente. Não estou falando daquelas pessoas que tem uma nuvem de tempestade acima da cabeça. Nem daquela raiva do mundo. É da melancolia em si, se é que isso pode ser descrito assim. Nostalgia daqueles momentos brilhosos ou de momentos escuros. Não sei se é só pra mim, mas nostalgia me dá melancolia. E uma melancolia daquelas! Não sou uma pessoa melancólica, mas gosto de escrever assim. O texto ganha um ar mais sério, mais profundo. Se fosse pra escrever e as pessoas levarem na brincadeira, bem, eu faria piadas. Minhas palavras tem que ser sérias e gosto quando as pessoas levam-nas a sério. São os meus sentimentos e pontos de vista. A melancolia nos faz ver a realidade das coisas, de forma exagerada (eu sei), mas é só saber trabalhar. Acho que melancolia é mais fácil de passar pro papel do que a felicidade. Afinal, a felicidade não merece ser colocada em palavras e sim, compartilhada. Porque, de melancólicos, o mundo está cheio.

P.S.: Pela quantidade de vezes que foi citada, dá pra perceber que eu gosto da palavra melancolia.

P.S.2: Até as minhas fotos preferidas são as que tem um ar melancólico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s